Bolsa Nacional de Formadores: a inscrição é obrigatória?

No caso dos formadores certificados, basta ao formador confirmar no seu perfil em - Dados do Formador - que " Deseja pertencer à Bolsa Nacional de Formadores".

Esta funcionalidade permite ao IEFP, I.P. constituir uma Bolsa Nacional de Formadores que integra, a nível nacional, todos os formadores certificados.

No caso dos formadores Isentos (ao abrigo do n.º 2 do artigo 2.º da Portaria n.º 214/2011, de 30 de maio), designadamente os docentes profissionalizados e os docentes do ensino superior universitário e politécnico, podem inscrever-se na bolsa através de uma candidatura espontânea.

Para inscrição na bolsa, os formadores isentos terão de estar registados no Portal NetForce, aceder à sua área pessoal e selecionar a opção "isentos - inscrição na bolsa".

Documentos a anexar:

1. No caso dos detentores de habilitação profissional para a docência, deve anexar documento comprovativo da posse desta habilitação (neste caso a inscrição na bolsa não tem limite temporal);

2. No caso de docentes do ensino superior, deve anexar declaração / comprovativo emitido pelo estabelecimento de ensino superior em como se encontra a lecionar (no caso de comprovativo de carácter temporário a inscrição na bolsa tem a duração de um ano, renovável após comprovação da manutenção das condições de isenção.

 

A inserção e a actualização dos dados no NetForce que suportam a isenção de CCP são da exclusiva responsabilidade dos formadores.

Atualização mais recente:
2017-08-25 15:03
Revisão:
1.3
Selecione de 1 a 5 pontos:
Avaliação média: 4 (1 Avaliação)
Pode Comentar este artigo
Chuck Norris has counted to infinity. Twice.