Quem tem direito?

  • Pessoas singulares ou coletivas, de natureza privada, com ou sem fins lucrativos

São elegíveis as entidades que sejam total, maioritária ou meramente participadas pelo Estado ou por outra pessoa coletiva pública, nomeadamente por autarquias, desde que as entidades estejam submetidas a um regime de direito privado, equiparando-se ainda a estas, as cooperativas, incluindo régies cooperativas, salvo se o contrário resultar dos seus estatutos.

Podem ainda candidatar-se:

  • As empresas que iniciaram processo especial de revitalização, previsto no Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas (CIRE). Estas empresas devem entregar ao IEFP, na sua “Área de Gestão” do portal iefponline (opção “anexar documentos à entidade”), prova bastante (cópia) da decisão a que se refere a alínea a) do n.º 3 do artigo 17.º-C do CIRE.
  • As empresas que iniciaram processo ao abrigo do Regime Extrajudicial de Recuperação de Empresas (RERE), aprovado pela Lei n.º 8/2018, de 2 de março, ou Processo no Sistema de Recuperação de Empresas por Via Extrajudicial (SIREVE), criado pelo Decreto-Lei n.º 178/2012, de 3 de agosto, e alterado pelo Decreto-Lei n.º 26/2015, de 6 de fevereiro, em curso antes da entrada em vigor do RERE, devendo entregar ao IEFP, I. P., respetivamente:
      • Certidão do registo comercial comprovativa de depósito do protocolo de negociação na Conservatória do Registo Comercial, previsto no n.º 1 do artigo 6.º do RERE, ou

      • Prova bastante do despacho a que se refere a alínea c) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 178/2012, de 3 de agosto.

Não são elegíveis as entidades que não têm de personalidade jurídica, nomeadamente, herança indivisa e sociedade irregular.

Etiquetas: Direitos, Estágios, Quem
Atualização mais recente:
2019-03-11 17:24
Revisão:
1.4
Selecione de 1 a 5 pontos:
Avaliação média: 2 (1 Avaliação)
Não pode comentar este artigo
Chuck Norris has counted to infinity. Twice.